Brasília super rádio fm

Inaugurada pelo Papa João Paulo II quando esteve em Brasília no dia 30 de junho de 1980, fruto do ideal e da perseverança de seu criador e diretor-presidente jornalista Mario Garofalo, a Brasília Super Rádio FM transmite de segunda a sexta-feira músicas populares instrumentais da melhor qualidade, com grandes orquestras tais como: Percy Faith, Mantovani, 101 Cordas, Nelson Riddle, Bert Kaempfert, Andre Kostelanetz, Severino Araújo e solistas como os pianistas Carmen Cavallaro, Pedrinho Mattar, Roger Williams, Ronnie Aldrich e muitos outros. Aos sábados e domingos, a programação caracteriza-se pela apresentação de músicas vocais da década de 30 em diante, onde podem ser ouvidos intérpretes como Francisco Alves, Carlos Galhardo, Frank Sinatra, Tony Bennett, Ella Fitzgerald, Carmem Miranda, Altemar Dutra, Dick Haymes, Charles Aznavour, Cauby Peixoto, Angela Maria – numa mistura de estilos e épocas que fazem a delícia dos saudosistas e dos que buscam uma alternativa musical no dial de seu rádio. Merecem destaque ainda em nossa programação as big-bands de Glenn Miller, Tommy Dorsey, Harry James, Benny Goodman e muitas outras, que têm espaço cativo no programa Rádio Baile, levado ao ar todos os sábados a partir das 10 da noite.

Consolidada em 3 décadas de atividade independente no Distrito Federal, a Brasília Super Rádio FM destaca-se pela segmentação e qualificação de seu público ouvinte. É considerada a emissora com ''Melhor Qualificação de Ouvintes'', e detentora do ''Melhor Custo Benefício'' nos segmentos Executivos, Empresarial e Autoridades Governamentais - títulos resultantes de ampla pesquisa nacional realizada pela revista VC Magazine do Rio de Janeiro. Diariamente, pela manhã e até a noite, detém uma audiência constante e fiel na cidade de Brasília. É, por excelência, a emissora de rádio ouvida pelas autoridades, em todos os escalões do Governo Federal e do Distrito Federal, pelos empresários e administradores, bem como pelo corpo diplomático. Serve ainda de música ambiente nas diversas repartições federais, estaduais, escritórios, restaurantes, residências, consultórios médicos e dentários, com ampla penetração também no meio artístico e cultural.

Mario Garofalo

Mário Miguel Nicola Garofalo nascido em 16 de junho de 192, na cidade de Fortaleza-CE, filho de pais italianos, que vieram para o Brasil após a luta contra os austríacos na Primeira Guerra Mundial. Ítalo- Cearense como se diz Mário, veio da Itália ainda dentro do ventre da mãe, “desembocou”(sinônimo usado por ele) no Ceará. Cresceu em um ambiente musical, por influência dos pais que sempre gostaram de música e quando a família se reunia eram tidos como um dos corais mais afinados do nordeste.

Radialista e jornalista Mário Garofalo foi educado no nordeste pernambucano por padres de um internato e lá mesmo iniciou seu trabalho jornalístico com a edição de informativos manuscritos em folhas de papel que reproduziam traduções de noticias italianas e traziam as novidades do internato.

Aos 20 anos foi morar no Rio de janeiro, atuando em várias atividades, jornalista profissional. Como membro da bancada de imprensa da Câmara dos Deputados de 1946 a 1970, foi o criador da rádio reportagem no Brasil atuando como rádio repórter na Emissora Continental do Rio de Janeiro no ano de 1948.

Na cidade do Rio de Janeiro onde iniciou as suas atividades profissionais, trabalhou como diretor do Observatório Astronômico da Escola Nacional de Engenharia da Universidade do Brasil e teve como tarefa fazer a transmissão da inauguração de Brasília pela TV Tupi e rádio Tupi de Brasília.

A convide do próprio Presidente Juscelino Kubitscheck passou a morar em Brasília num apartamento doado pelo Presidente para que pudesse administrar o Correio Brasiliense tornando-se diretor geral do primeiro jornal da cidade para que pudesse levar as informações de Brasília para o mundo Atuou como professor de Astronomia da Universidade de Brasília entre os anos 1964 a 1969, foi quando conheceu Lúcia, paulistana formada em pedagogia e que estudava Direito, a mulher que escolheu para passar o resto dos dias ao seu lado.

No décimo nono aniversário de Brasília no ano de 1979, recebeu o merecido titulo de Pioneiro desta Capital, neste mesmo ano torna-se possível a realização de um sonho, recebeu a informação de que o Ministério das Comunicações iniciaria uma nova concessão de rádio FM, vindo assim a fundar a Brasília Super Rádio FM, no ano de 1980 no dia trinta de junho.

Mario Garofalo, ao saber que o Papa João Paulo II estaria em Brasília logo foi atrás de providenciar sua ilustre presença na inauguração da emissora. Única emissora no mundo a ser inaugurada com a bênção de um Papa, tirando a Rádio Vaticano.

Mario Miguel Nicola Garofalo nos deixou na madrugada do dia 27 de setembro de 2004. Além do contexto histórico exuberante, Garofalo nos deixou para que lembrássemos um pouco da sua pessoa, uma rádio com o seu bom gosto musical.

LUCIA GAROFALO

Menina do interior, nascida em 10 de fevereiro de 1945 , na cidade de São Jose do Rio Preto, São Paulo. Logo cedo desperta o interesse pela Educação. Apaixonada pelo dom de Educar, formou-se em Pedagogia e em São Paulo trabalhou por anos com muita paixão. Interessada na carreira diplomática, já em Brasília, cursou a Faculdade de Direito na UNB, onde tornou-se Bacharel e onde exerceu pouco a profissão, porém conheceu grandes professores e amigos.

Por influências e a atração na área da Comunicação Social, se formou também em Jornalismo na Universidade de Brasília. Foi uma das fundadoras do PRODASEN por acreditar no poder revolucionário da informática, que conforme dizia o Ministro Pereira Lira, seu amigo e professor, achavam que a informática na jurisprudência iria comandar o “mundo”.

Ganhadora de várias medalhas de Honra ao Mérito e diplomas pela sua fidelidade e perseverança à cultura Brasiliense, fundou em 1980, juntamente com seu esposo o jornalista Mario Garofalo, a Brasília Super Rádio FM.

Acompanhou todos os passos da empresa deste a licitação à concessão da emissora, a instalação dos equipamentos, a emoção da entrada no ar, a entusiástica reação dos primeiros ouvintes, sendo a única emissora do mundo, com exceção da Rádio Vaticano , a ter sido inaugurada por um pelo Papa João Paulo II, quando esteve em Brasília, no dia 30 de junho de 1980. Após o falecimento, em 2004 , do saudoso Mario Garofalo , assumiu sozinha o controle da empresa, onde transmite com o maior prazer às boas músicas deixadas por Mario e surpreendeu a todos que achavam que a emissora ira desaparecer após a partida do seu criador.

X

Mensagem

Nos envie uma mensagem explicando o que deseja.